buscar
Alta Floresta - MT, 07 de agosto de 2020. 16:52
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

EDUCAÇÃO

Sintep/MT convoca servidores à mobilização contra redução salarial promovida pelo governo de MT

11/07/2020 - 03:20 - Fonte: Assessoria - Foto: Divulgação

Sintep/MT convoca servidores à mobilização contra redução salarial promovida pelo governo de MT

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) manifestou nesta sexta-feira (10/07), pelas redes socias, a indignação da categoria com a redução de salários promovida pelo governo Mauro Mendes. As recentes medidas desastrosas do governo devem receber resposta por meio de manifestações coletivas.

Segundo o dirigente sindical, Henrique Lopes, os servidores públicos, em destaque os profissionais da educação, estão há dois anos sem recomposição salarial - RGA e pagamento da lei da Dobra do Poder de Compras. Além do congelamento dos salários, que somam perda de quase 30% no poder de compra dos educadores, os servidores tiveram redução dos ganhos após a vigência, no mês de junho, do aumento da contribuição previdenciária. De 3% para os profissionais da ativa, que passaram de 11% para 14% de desconto. E, o chamado confisco de 14% para todos os aposentados com salários a partir de R$ 3.001,00.

Durante a explanação feita por vídeo, Henrique destacou “a revolta e o desespero dos profissionais de Mato Grosso, com a redução dos salários”. Conforme destacou, as políticas adotadas pelo governador Mauro Mendes, além de não recompor as perdas inflacionárias que estão na Lei, implementam um processo de redução salarial, em especial para os aposentados que recebem a partir de R$ 3.001,00. Esses passarão a ser descontados em 14% sobre tudo que exceder a um salário mínimo (R$ 1.045,00).

O presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, lembrou que o percentual de desconto da Previdência, implantado a partir de junho, teve aprovação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em fevereiro de 2020. Agora o governo ataca novamente com a segunda etapa da Previdência estadual (PEC 06/2020) que amplia a idade e o tempo de serviço para se aposentar, e acaba com a paridade e integralidade das aposentadorias. “Mais do que nunca ativos, pensionistas e aposentados precisam se envolver nesta batalha”, esclarece.

Mobilização

A convocação para pressionar os deputados está nas redes sociais e é realizada por todas as entidades do Fórum Sindical. Os sindicalistas destacam que a participação é fundamental, pois apesar das mobilizações ocorridas em fevereiro, com participação do Sintep/MT e Fórum Sindical, a aprovação do aumento da contribuição passou sem a devida atenção dos servidores, em especial dos aposentados. Agora, com o novo desconto previdenciário referente ao mês de junho, estão surpresos.

O quadro de ataque aos direitos tem comprometido a qualidade de vida desses profissionais, especialmente os aposentados. Os dirigentes reafirmam a importância da mobilização. “Temos que lutar para que o governo faça a recomposição salarial dos trabalhadores, insira as emendas apresentadas pelo Fórum, na PEC da Previdência, a PEC da escravidão. Cobraremos a revogação da Lei que retira dos aposentados recursos utilizados para a compra de alimentos e medicamentos”, concluiu Valdeir Pereira.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.