buscar
Alta Floresta - MT, 17 de setembro de 2019. 04:41
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

Menu

POLÍTICA

Pedido de empréstimo de Mato Grosso será lido no Senado Federal nesta terça-feira (03)

03/09/2019 - 10:58 - Fonte: Laice Souza Secom-MT - Foto por: Roque de Sá/Agência Senado

Pedido de empréstimo de Mato Grosso será lido no Senado Federal nesta terça-feira (03)

O pedido de empréstimo do Governo de Mato Grosso junto ao Banco Mundial chegou ao Senado Federal e será lido nesta terça-feira (03.09), em plenário. De acordo com o governador Mauro Mendes, que está em Brasília acompanhando toda a tramitação, o empréstimo é fundamental para que seja possível quitar a dívida junto ao Bank of América.

A quitação desse empréstimo é uma das metas do Governo na buscar pelo equilíbrio fiscal de Mato Grosso. O valor desembolsado em duas parcelas anuais é elevado e compromete as finanças. A previsão é de que a parcela que deverá ser paga neste mês, caso o empréstimo não seja concretizado a tempo, é de R$ 154 milhões. 

Para conseguir aprovar o valor a tempo, o governador ficará na Capital Federal e atuará junto com o senador Jayme Campos no Senado. 

“O senador Jayme será o nosso timoneiro aqui no Senado, nessa nossa última etapa para aprovar o empréstimo junto ao Banco Mundial, para quitar o empréstimo no Bank of América. Isso será muito importante para dar o equilíbrio fiscal tanto almejado por Mato Grosso”, destacou Mauro Mendes.

O senador Jayme explicou como será todo o trâmite no Senado e a meta é de que em dois dias todo o processo seja aprovado e a autorização concedida a Mato Grosso.

“Estamos tendo o privilégio de receber o nosso governador Mauro Mendes aqui. Agora a tarde já vai ser lida em plenário a matéria sobre o empréstimo. Após a leitura no Plenário da Casa, a matéria será enviada para a Comissão de Assuntos Econômicos. Feito isso, o presidente da comissão, senador Omar Aziz, vai designar um relator e eu espero que o relator possa, dentro da sua bondade, fazer o relatório ainda hoje, para que amanhã o presidente da comissão possa convocar uma extraordinária, lá na Assuntos Econômicos, feito isso, votado e aprovado, retornamos ao plenário e voltamos ainda que possível amanhã, nem que seja 9 ou 10 horas da noite”, explicou o senador.

Jayme Campos ainda destacou que ele irá se “empenhar o máximo possível, junto com os demais senadores de Mato Grosso, para fazermos com que de fato esse empréstimo se concretize, melhorando a questão das finanças e, sobretudo o ajuste fiscal”. 

Mauro Mendes ainda destacou que ficará em Brasília nesta terça e quarta-feira (04.09) junto com Jayme e a bancada federal para conseguir acelerar o processo. 

“Vamos ficar hoje e amanhã aqui em Brasília, e quero agradecer a nossa bancada federal que tem sido muito parceria de Mato Grosso. Quero agradecer aos nossos senadores e a todos que têm nos apoiado na busca pelo reequilíbrio fiscal para que possamos consertar o Estado de Mato Grosso”, destacou.

O valor a ser emprestado pelo Estado é de US$ 250 milhões e será utilizado integralmente para quitar o outro empréstimo realizado por gestões passadas junto ao Bank of América. As parcelas a serem pagas pelo Estado serão mensais e com juros menores do que os praticados pelo atual contrato.

Entenda o passo a passo do empréstimo

1. Ler em Plenário (Senado Federal);
2. Enviar para a Comissão de Assuntos Econômicos;
3. Designar relator dentro da Comissão;
4. Relator emite parecer;
5. Parecer é apreciado na Comissão e depois remetido ao plenário;
6. Parecer é votado em Plenário do Senado;
7. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional assina contrato com o Banco Mundial.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.