buscar
Alta Floresta - MT, 17 de janeiro de 2020. 10:24
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

Menu

SAÚDE

Nos 6 municípios da região de Alta Floresta, 140 pessoas tem o vírus da AIDS

06/12/2019 - 11:32 - Fonte: Antonio Viana/Jornal MT Norte - Foto: Reprodução

Nos 6 municípios da região de Alta Floresta, 140 pessoas tem o vírus da AIDS

Dezembro é o mês dedicado ao combate a AIDS. A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde – OMS- em outubro de 1997, com o apoio da Organização das Nações Unidas - ONU, com o objetivo de reforçar a solidariedade, tolerância e compaixão em relação às pessoas infectadas pelo vírus HIV. O Dia Mundial de Combate à Aids foi adotado no Brasil em 1988, ao ser aprovado pelo Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde faz um alerta: 135 mil pessoas no Brasil convivem com o vírus HIV e não sabem.  Segundo Emília Kanashiro enfermeira e chefe do SAE/HIV/AIDS – Serviço de Atendimento Especializado, em Alta Floresta- nos seis municípios da região: Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta, 140 pessoas estão infectadas com o vírus da Aids e se encontram em acompanhamento pela instituição.

No entanto, há pessoas que tem o vírus, mas como nunca fizeram o exame que detecta a contaminação, não sabem que são portadoras. Por isso, a enfermeira alerta para a importância do exame. Quem tem o vírus e não sabe, pode estar disseminando o vírus sem saber. 

 Emília relata que este ano não houve campanhas, como panfletagem e pit stop com distribuição de preservativos como nos anos anteriores. Apenas as ações nas Unidades de Saúde foram mantidas como forma de conscientização. 

Ela afirma que nos últimos anos houve um grande aumento nos casos de AIDS na região, e faz uma apelo à população para que façam o teste rápido e busque informações direto com os profissionais de saúde, sendo essa uma arma muito importante na prevenção contra a doença que a cada ano aumentando em todo brasil.
 A enfermeira termina aconselha à população para que não confiem na sorte como muitos fazem, achando que isso só acontece com os outros, no momento de ter suas relações sexuais.  E ressalta a importância do uso de preservativo como a principal forma de evitar contrair o vírus da AIDS. “Cada um deve fazer a sua parte, prevenindo-se, usando camisinha”, alerta Emília. 

Apesar de não ser mais uma sentença de morte, AIDS continua sendo uma doença grave. Os medicamentos fornecidos pelo Sistema Único de Saúde- o SUS- é uma forma de controle. Mas uma vez contraindo o vírus HIV, a pessoa terá de conviver a vida toda com ele e cuidar do sistema imunológico. 

Sintomas - Os primeiros sintomas ao ser contaminado com o vírus da AIDS incluem mal estar geral, febre, tosse seca e dor de garganta, assemelhando-se muitas vezes com os sintomas de um resfriado comum, estes duram aproximadamente 14 dias, podendo surgir 3 a 6 semanas após a contaminação com o HIV.

O teste para detectar o vírus deve ser feito de 40 a 60 dias após o comportamento de risco, pois antes desse período o exame pode não detectar a presença do vírus no sangue.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.