buscar
Alta Floresta - MT, 21 de outubro de 2020. 00:00
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

AGRONEGÓCIOS

MT responde sozinho por 63% das exportações de milho

20/09/2020 - 04:56 - Fonte: Marianna Peres/Diário de Cuiabá - Foto: Reprodução

MT responde sozinho por 63% das exportações de milho

Mato Grosso, maior produtor nacional de milho, é também o maior exportador brasileiro do cereal.

Conforme dados elaborados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o Brasil contabilizou, de janeiro a agosto desse ano, o embarque de 13,76 milhões de toneladas, das quais 8,69 milhões originadas no Estado.

Considerando os volume registrados até o mês passado, Mato Grosso respondeu sozinho por 63,19% de todo o milho embarcado pelo País nos últimos oito meses.

O milho, no Estado, é cultura de segunda época, ou seja, cultivado apenas na segunda safra, ainda sim, é a maior oferta do País. Nesse ano, a cultura registrou recorde de área plantada e de produção.

No ciclo 2019/20, Mato Grosso ampliou a superfície plantada em 5,03%, atingindo mais de 5,69 milhões de hectares (ha). A oferta, em 36,29 milhões t, 2,38% acima do volume histórico do ano anterior.

Conforme avaliação dos analistas do Imea, houve uma elevação de 418 mil toneladas em agosto em relação ao volume exportado no mês anterior, porém, ficando 11,41% menor que a quantidade registrada pela safra passada para o mesmo período.

O cereal mato-grossense teve como principais destinos, o Irã, Egito e Espanha, que juntos importaram 2,69 milhões de toneladas, valor que representou 30,94% do volume exportado pelo Estado.

Conforme detalhamento do Imea, cinco países se destacam como maiores consumidores do cereal: O Irã importou 937,60 mil t de janeiro a agosto, seguido pelo Egito, com mais 890,67 mil t.

Em terceiro lugar está a Espanha, com 861,12 mil t. O Japão é o quarto maior destino, 629,70 mil t e a Correia do Sul, o quinto maior consumidor do milho mato-grossense, com 593,82 mil toneladas.

Três portos, como o DIÁRIO já mostrou em edição anterior, têm concentrado as exportações do cereal mato-grossense, com destaque para a participação dos localizados no chamado ‘Arco Norte’.

Das 8,69 milhões t movimentadas, mais de 7,15 milhões foram embaracadas em Santos (SP), com 3,63 milhões t, Barcarena (PA), com outras 2,27 milhões t e Santarém (PA) com mais 1,25 milhão t.

“Para o próximo mês, as expectativas são positivas, uma vez que só para os quatro primeiros dias úteis de setembro foi apontado o embarque de 2,81 milhões de toneladas pelos portos brasileiros”, antecipam os analistas.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.