buscar
Alta Floresta - MT, 05 de julho de 2020. 17:14
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

ECONOMIA

MT: queda na arrecadação do ICMS em junho já é de R$ 94 milhões

17/06/2020 - 09:35 - Fonte: Ademar Andreola Sefaz-MT - Foto: Secom

MT: queda na arrecadação do ICMS em junho já é de R$ 94 milhões

A economia mato-grossense voltou a apresentar índices negativos na segunda semana de junho.  É o que mostra o 11º boletim econômico especial divulgado pelo Governo do Estado nesta terça-feira (16.06).

A queda na arrecadação do ICMS entre 1º e 15 de junho, chegou a R$ 94.078 milhões, ou 13,7% a menos que em março. O ICMS é o principal tributo arrecadado pelo Estado, responsável por cerca de 50% da receita pública.

O 11º boletim econômico indica que a queda no faturamento tributável total das empresas de Mato Grosso chegou 15%, entre 08 e 12 de junho. Na primeira semana deste mês a queda foi de 6%, na última semana de maio o crescimento havia chegado a 2%, positivo pela primeira vez desde o início da pandemia do novo coronavirus. 

A emissão de documentos fiscais eletrônicos teve um valor médio diário de R$ 1.099 bilhão, contra R$ 1.225 bilhão, registrado na semana anterior.    

“Como tenho dito, ainda não é possível prever o nível de atividade econômica que teremos até o final desse ano. Com certeza será menor do que o período anterior à Covid-19, mas o quanto ainda não é possível prever. Portanto, é momento de cautela ”, assinalou o secretário Rogério Gallo. 

Todos os principais setores econômicos, indústria, agropecuária, comércio e serviços apresentaram quedas expressivas na segunda semana do mês. A agropecuária caiu 22%; o setor de comércio e serviços apresentou queda de 15%; A indústria que apresentou 3 semanas de desempenho positivo, teve uma queda no seu faturamento na ordem de 4%.

De acordo com o boletim, entre os dias 08 e 12 de junho o segmento de comércio e serviços apresentou uma redução média de 15% no faturamento. Na última semana varejo e combustíveis tiverem uma leve queda em relação à semana anterior: varejo (9%); combustíveis (-27%); veículos e autopeças (-13%), atacado (-26%). Este desempenho do setor atacadista é influenciado pela sazonalidade do agronegócio (especificamente comércio atacadista de commodities).

Nas três semanas anteriores o faturamento total indústrias se mostrou positivo, com uma média de 11,03%, no período de 18 de maio a 05 de junho. No entanto, na segunda semana de junho, o desempenho voltou a ser negativo, com -4% de faturamento.

Já a agropecuária teve uma queda de 22%. Na última semana o faturamento diário foi de R$ 336 milhões.

Metodologia

O documento é elaborado pela Secretaria Adjunta da Receita Pública da Secretaria de Fazenda (Sefaz) e mostra os impactos da Covid-19 sobre o faturamento das empresas no Estado e, também, sobre a receita estadual. O boletim pode ser acessado no site da Sefaz, na opção “Tributário”.

O boletim considera informações extraídas dos sistemas informatizados da Sefaz, com base nos dados dos documentos fiscais eletrônicos emitidos diariamente e outras informações fiscais.

Nesta 11ª edição, as informações levantadas consideraram a média de faturamento diário de janeiro e fevereiro de 2020 em comparação com o faturamento diário registrado de 16 de março a 12 de junho. Os técnicos da Sefaz ressaltam que podem existir distorções por outros eventos sazonais não considerados.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.