buscar
Alta Floresta - MT, 07 de dezembro de 2019. 05:57
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

Menu

SAÚDE

Hospital Regional de Peixoto de Azevedo recebe R$ 370 mil em equipamentos por meio de TAC

22/11/2019 - 04:19 - Fonte: Ana Luíza Anache/Assessoria - Foto: Divulgação

Hospital Regional de Peixoto de Azevedo recebe R$ 370 mil em equipamentos por meio de TAC

O Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (a 691km de Cuiabá) recebeu R$ 370 mil em equipamentos e aparelhos hospitalares, no fim do mês passado, viabilizados por intermédio do Ministério Público do Estado de Mato Grosso.

A entrega do material, a título de pagamento de indenização por dano moral coletivo causado ao meio ambiente, está prevista no Termo de Ajustamento de Conduta firmando entre a Promotoria de Justiça de Peixoto de Azevedo e a empresa mineradora Fides Mining, já homologado pelo Judiciário. Conforme o acordo, a empresa deverá adquirir e doar equipamentos novos indicados pela direção da unidade de saúde no valor total de R$ 500 mil. 

A entrega será em três etapas. A primeira ocorreu em maio de 2019 e consistiu na doação um marcapasso e uma cama de parto. A segunda e mais volumosa foi em outubro deste ano, enquanto a terceira está prevista para junho de 2020. Nesta etapa foram doados 34 equipamentos, com destaque para um aparelho de mamografia analógico no valor de R$ 250 mil. “O mamógrafo já está no hospital e estamos aguardando ser finalizada a sala para fazer a instalação e capacitar a equipe. Passaremos a atuar na prevenção, uma vez que hoje não temos esse serviço disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na nossa região”, afirmou a diretora do hospital, Veroní Pansera. A unidade atende os municípios de Peixoto de Azevedo, Matupá, Novo Mundo e Terra Nova do Norte.

Conforme o secretário de Saúde e Saneamento de Peixoto de Azevedo, Madson Fontoura, o MPMT sempre foi parceiro do Município e mais uma vez, por meio de um TAC, possibilitou o aparelhamento do hospital. “Isso vai contribuir muito para a saúde pública na região”, destacou.

De acordo com o promotor de Justiça Marcelo Mantovanni Beato, a intenção é justamente “garantir melhoria na qualidade do atendimento à população”. Para o juiz Evandro Juarez Rodrigues, nem toda ação visa a penalização e sim a compensação, como neste caso, em que há retorno para a sociedade em forma de bens públicos. 

TAC – O acordo foi firmado entre o MPMT e a mineradora Fides Mining em novembro do ano passado, considerando a baixa eficiência das demandas criminais ambientais ajuizadas na comarca. A compromissária reconheceu a existência de dano ambiental e, para não ter que discutir o mérito da demanda, como composição civil se comprometeu também a promover as medidas paliativas para a mitigação dos danos ambientais conforme relatório da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema); viabilizar medidas necessárias para evitar que novos deslocamentos dos resíduos da área escavada ocorram; elaborar e executar Plano de Recuperação de Área Degradada (PRAD). 

Como transação penal, a empresa pagou R$ 5 mil a serem aplicados em benefício da comunidade de Peixoto de Azevedo conforme indicação e fiscalização do Ministério Público. 

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.