buscar
Alta Floresta - MT, 06 de março de 2021. 19:38
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

SAÚDE

COVID-19: profissionais da linha de frente encaram desafios de saúde mental na pandemia

24/01/2021 - 06:28 - Fonte: Editoria - Foto: Reprodução

COVID-19: profissionais da linha de frente encaram desafios de saúde mental na pandemia

A pandemia da Covid-19 tem contribuído para um aumento de burnout em profissionais da saúde.

Falta de motivação, sensação de esgotamento físico e mental, vontade de se isolar. Irritabilidade, pessimismo, dificuldade de concentração, ansiedade. Dores de cabeça e nas costas, fraqueza, mudanças bruscas de humor, insônia, lapsos de memória. A combinação de todos esses sintomas tem nome: Síndrome de Burnout, (ou Síndrome do Esgotamento Nervoso).

Indispensáveis, os profissionais da saúde atuando no combate ao covid-19 estão entre os grupos mais vulneráveis às consequências emocionais e psicológicas da pandemia. Eles encaram rotinas exaustivas, onde o foco é dar tudo de si para cuidar dos pacientes infectados. Neste cenário, o amparo à saúde mental da linha de frente cabe também à coletividade, responsável por se informar, validar e respeitar quem cuida.

Uma pesquisa feita em 2020 mostra que 83% dos profissionais de saúde demonstram sinais da Síndrome de Burnout: doença que ocorre quando a exaustão em relação ao trabalho é completa, física e mental.

Considerando o total da pesquisa, incluindo os profissionais que estão e os que não estão na linha de frente, a Síndrome do Burnout apareceu em 79% dos médicos; 74% dos enfermeiros; e 64% dos técnicos de enfermagem. Os dados também apontam que, quanto mais jovem o profissional, maior a chance de esgotamento, e que a síndrome aparece mais em mulheres.

O médico psiquiatra, Júlio César Menezes Vieira destaca. “Nem a população e muito menos os profissionais da saúde podem mais manter uma visão mágica que são inabaláveis e não adoecem mentalmente diante do isolamento, da incerteza e do medo da covid-19”, defende.

Para o psiquiatra, vários desafios interferem no bem-estar mental da linha de frente. “Sobrecarga do trabalho e sensação de impotência ao testemunhar o número significativo de mortes pela covid-19 podem gerar reação aguda ao estresse e transtorno de esgotamento (burnout)”, explica.

“Além da autonegligência dos cuidados por parte dos profissionais de saúde, principalmente referente a saúde mental”, destaca.

Tele Pansaúde

A equipe da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais juntamente com seus parceiros e colaboradores voluntários estão oferecendo o acolhimento online individualizado ou em grupo para todos os trabalhadores da área da saúde que estão na linha de frente da PANDEMIA 2020. O Tele Pansaúde um projeto de extensão assistencial de promoção da saúde do trabalhador e fortalecimento do Sistema Único de Saúde – SUS do Brasil.

Com informações de:

Gabriela Meireles – UFMG

G1

Ana Carolina C D'Agostini – Nova Escola

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.