buscar
Alta Floresta - MT, 03 de agosto de 2020. 05:36
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

CIDADES

Alta Floresta: servidor público faz desabafo sobre condições de trabalho em barreira sanitária

04/07/2020 - 04:15 - Fonte: Redação Notícia Exata - Foto: Divulgação

Alta Floresta: servidor público faz desabafo sobre condições de trabalho em barreira sanitária

Em abril deste ano, como estratégia de enfrentamento ao COVID-19, a saúde do município de Alta Floresta implantou barreiras sanitárias para tentar controlar a chegada de pessoas com sintomas da doença, porém, passados três meses as barreiras não mostraram efetivamente resultado.

O município inclusive deverá desativar a barreira que está implantada na MT-208 sentido Paranaíta, para direcionar os profissionais para o aeroporto do município, que voltará a receber voos comerciais.

Mas, o funcionamento das barreiras é questionado, principalmente por servidores que foram escalados para ficar a linha de frente.

Ontem, sexta-feira (03), um servidor público encaminhou um desabafo sobre as condições sanitárias e humanas de funcionamento das barreiras, em uma delas, os trabalhadores são obrigados a dividir banheiro com caminhoneiros, a água disponibilizada está em um tambor plástico, escala de trabalho exaustiva, além disso, há o direcionamento de servidores que sequer são da área da saúde para atuar nas barreiras, como professores, dentistas, agentes de trânsito e entre outros.

O servidor destaca que o serviço seria justificado se realmente estivesse contribuindo para o controle do vírus.

A situação das barreiras já teria sido inclusive denunciada a vereadores e a ouvidoria da prefeitura, mas até o momento nada foi feito.

Confira na integra a manifestação do servidor:

“Saudações, sou funcionário público estou em atuação na dita barreira sanitária, que para mim não passa de uma barreira de faz de conta, tenho plena convicção de que o vírus existe e causa muito estrago e que devem ser adotadas medidas e ações sanitárias para conte-lo, porém, os homens e mulheres designados a trabalhar na barreira sanitária entre enfermeiros (a) dentistas, agentes de trânsito, professores  e  outros fomos simplesmente postos como figurantes em um cenário árduo pelo sol, poeira, fumaça de inúmeros veículos e um perigo constante por estar no meio de uma rodovia.

Tudo isto seria justificável se estivéssemos realmente contribuindo para solucionar o problema pandêmico, mas verdades sejam ditas, estamos simplesmente medindo a temperatura dos transeuntes e nada mais, milhares de pessoas que passaram por lá e nunca houve alteração, o trabalho é inútil investigue se duvidar, além do mais, devido as péssimas condições que foram oferecidas de trabalho estamos mais para possíveis disseminadores do vírus  do que combatentes.

Exemplo os banheiros que dividimos com inúmeros e incontáveis usuários, caminhoneiros vindos de diversos lugares e apesar de a prefeitura levar alguém para limpar de vez em quando a higiene é precária em épocas que se exige que os estabelecimentos redobrem seus cuidados e desinfecção.

Bom não cabe detalhar pois já foi comunicado a vereadores, a própria ouvidoria da prefeitura, só gostaria de tornar notório minha indignação e pedir que se caso eu venha a falecer contaminado por covid 19 não sejam hipócritas e digam:  guerreiro tombou no combate a pandemia, mas digam, apenas o óbvio, um funcionário que foi obrigado a engolir uma péssima administração de gestão de saúde, mais um que gritou sua opinião e foi calado por sua insignificância. Funcionários públicos de ALTA FLORESTA/MT.”

O poder público não se manifestou sobre a publicação.

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.