buscar
Alta Floresta - MT, 23 de agosto de 2019. 11:37hs
PortuguêsInglêsEspanholItaliano

Notícia Exata

Menu

POLÍTICA

Alta Floresta: prefeito manda suspender licitação para manutenção em aparelhos de ar condicionado

07/08/2019 - 13:57hs. - Fonte:

Alta Floresta: prefeito manda suspender licitação para manutenção em aparelhos de ar condicionado

O prefeito de Alta Floresta, Asiel Bezerra (MDB) em entrevista à imprensa na segunda-feira, 5, afirmou que mandou suspender a licitação realizada pela prefeitura, para a contratação de uma empresa para prestar serviço de manutenção nos ares condicionados das repartições públicas do município, no valor de R$ 1, 2 milhão. 


Além do valor estar sendo considerado superfaturado, a empresa ganhadora da concorrência pode ser de fechada. Sua sede, em Cuiabá, apesar de prestar serviços milionários, segundo informações da imprensa, é um barraco abandonado na periferia e não há nada funcionando no local. 

O prefeito reconhece que a casa identificada como sendo a sede da empresa é simples, para quem movimenta um volume tão grande de dinheiro. “É uma casa simples, mas já mandei tomar todas as providências e determinei ao Controle Interno e ao Financeiro, que apurasse. E vamos ver o que acontece com a auditoria”, comentou Asiel.

O chefe do executivo municipal disse que a situação [diante do que foi constatado sobre o processo licitatório para a manutenção de ar condicionado, é ruim para a imagem do município. Porém, pondera que o ideal é que a prefeitura tivesse condições de fazer as licitações apenas com empresas do município. 

“Sabemos que nessa licitação não teve nenhuma empresa de Alta Floresta participando. “Nós estamos fazendo um trabalho convidando todas as empresas de Alta Floresta para participar das licitações. E quero deixar um convite para todas as empresas de Alta Floresta participarem. Antigamente era difícil vender para a prefeitura porque não recebia. Mas hoje, não! A prefeitura está com os pagamentos em dia e quem vender para a prefeitura vai receber. O interessante para nós é que empresa do município participe das licitações, porque vamos pagar e o dinheiro fica aqui em Alta Floresta”, assegura o prefeito.

Multas - o prefeito Asiel Bezerra também se pronunciou sobre as multas que a prefeitura procedeu recentemente contra algumas empresas da cidade, consideradas de valor elevado. De acordo com ele, tudo não passou de um simples mal entendido, mas que já foi resolvido.

Conforme o prefeito, os funcionários que fizeram as autuações estavam fazendo o trabalho deles. E negou que o funcionário chefe do setor de Tributação, Paulo Sérgio Medeiros, tenha sido exonerado, como chegou a ser anunciado. “Ele continua à frente da fiscalização. Não foi exonerado, não!”, declarou. 

Por outro lado, disse que tem que ter bom senso, mas o trabalho de fiscalização continua. “Eles vão continuar o trabalho, mas foi conversado com o pessoal da fiscalização e os empresários se comprometeram em estar colaborando, passando as informações. Está resolvido o problema”, disse.

O chefe do executivo atenuou o fato, afirmando que nenhum empresário, diante da carga tributária do país, consegue sobreviver se tiver que pagar todos os impostos. “Vivemos num país que os empresários não conseguem pagar todos os impostos. A nível nacional, estamos vendo o presidente Jair Bolsonaro trabalhando em cima da desoneração fiscal para diminuir a carga tributária. Os empresários de Alta Floresta não são diferentes. Mas esse mal entendido já está resolvido”, afirmou o prefeito.

 

Fonte: José Vieira do Nascimeneto - Jornal MT Norte - Foto: Arquivo Notícia Exata

Olá, deixe seu comentário.

Você precisa estar logado para enviar comentários.
CLIQUE AQUI PARA LOGAR

SOBRE NÓS
Expediente |  Fale Conosco |  Quem Somos


NOTÍCIA EXATA
Telefone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
E-mail: contato@noticiaexata.com.br
Endereço: Rua A-4, nº 412, Setor A, Centro, CEP: 78580-000, Alta Floresta - Mato Grosso

Clay José Frantz ME - CNPJ: 13.321.695/0001-55
Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.