Alta Floresta (MT), 20 de fevereiro de 2019 - 05:34

Geral

13/02/2019 07:12 Redação Notícia Exata

Idoso que matou esposa de 69 anos com 12 facadas em Carlinda é condenado a 20 anos de reclusão

Foi realizado no último dia 30 de janeiro na comarca de Alta Floresta, o júri que condenou o réu Otávio Lindolfo da Silva, 77 anos, à pena de 20 (vinte) anos de reclusão e pagamento de indenização de R$ 50 mil a familiares pelo crime ocorrido no dia 17 de março de 2017 no município de Carlinda.

Na ocasião ele tirou a vida da esposa Cacilda Maria da Silva, na época com 69 anos, que foi morta com ao menos 12 facadas.

O crime aconteceu por volta de 05h40, na chácara Nossa Senhora Aparecida, onde morava o casal de idosos. Cacilda foi encontrada morta pelos filhos dentro do banheiro da residência, localizada na linha 11, zona rural de Carlinda. O idoso foi localizado quando saía de um matagal, na Avenida Arapongas em Carlinda.

Conforme o processo formulado pelo Ministério Público de Mato Grosso, o acusado agindo com o intuito de matar e por motivo cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da esposa, praticando feminicídio, desferiu aproximadamente 12 (doze) golpes de arma branca, tipo canivete.

De acordo com a decisão judicial do juiz Roger Augusto Bim Donega, Juiz de Direito e Presidente do Tribunal do Júri, o condenado deverá cumprir pena no regime inicialmente fechado, além disso, a justiça negou ao réu o direito de apelar em liberdade, pois permaneceu preso durante toda a instrução e seria um contrassenso, após a condenação, a soltura.

“Portanto, a prisão cautelar ainda se faz necessária para garantia da ordem pública e garantia da aplicação da lei penal, pois diante da gravosa situação processual do réu, uma vez colocado em liberdade, certamente se evadirá desta cidade e oportunamente não mais será encontrado para a execução da pena, tornando a condenação ilusória, já que servirá apenas para aumentar os já elevados números de processos que abarrotam as prateleiras dos cartórios criminais numa esperança vã, de que um dia o réu venha a ser capturado e a pena aí então executada”, diz trecho da ação.

Também foi fixado ao réu o pagamento de reparação aos danos familiares causados. O réu deverá indenizar aos familiares da vítima em razão de sua conduta e port ter causado danos e abalos aos familiares.

A reparação foi fixada na quantia de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).

De acordo com informado, a decisão cabe recurso. Confira decisão na integra clicando aqui. 


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo