Alta Floresta (MT), 25 de abril de 2019 - 00:28

Geral

14/01/2019 13:59 Só Notícias/Herbert de Souza

Tribunal muda pena de quadrilha de "Angeliquinha" condenada por homicídios em Alta Floresta

Os desembargadores da Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça readequaram as penas de três envolvidos nos homicídios de André Lucas Botelho de Sá e Adriano de Souza dos Santos. As vítimas foram mortas em agosto de 2015, em um barracão comercial, na comunidade “Pista do Cabeça”, em Alta Floresta.

Em dezembro de 2017, Angélica Saraiva de Sá popularmente conhecida como "Angeliquinha", Aldair Jhonatan de Souza e Fábio Vieira da Silva foram condenados pelos crimes. Além do duplo homicídio, eles também foram sentenciados pela tentativa de assassinato contra uma mulher de 37 anos, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores.

Após ser considerada culpada pelo júri, Angélica foi sentenciada a 24 anos de prisão, em regime fechado. Com a decisão dos desembargadores, em fase recursal, a pena foi aumentada em mais nove meses de reclusão. Aldair, que havia sido condenado 19 anos de prisão, teve a pena readequada para 17 anos, nove meses e 18 dias. Já Fábio, condenado inicialmente a 20 anos e quatro meses, ficará recluso por 16 anos, nove meses e 18 dias.

Ainda cabe recurso contra a decisão.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9 9912-8992 ou (66) 9 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Notícia Exata © 2010 - 2018 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo