Alta Floresta (MT), 23 de março de 2017 - 16:37

Hamoa banner 2017

Educação

17/02/2017 07:02 Assessoria

MT: Sintep divulga calendário de mobilização para março

O Conselho de Representantes do Sintep-MT, ocorrido dias 10 e 11 de fevereiro, em Cuiabá, aprovou um calendário de lutas para o primeiro semestre de 2017. Baseado numa estratégia de resistência estabelece mobilizações contra as reformas apresentadas pelo governo federal e estadual, em especial a previdenciária, e também para assegurar direitos ao Piso Salarial Nacional e as leis de carreira, nas redes municipais.

As mobilizações são contra as atuais políticas nacionais, que comungam com o avanço dos projetos capitalistas no mundo, e conduzem cada vez mais à perda de direitos da classe trabalhadora. A luta é contra a agenda neoliberal que se faz com a diminuição de direito da população, a desconstrução das políticas públicas sociais e do aumento das desigualdades.

8 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DE LUTA DA MULHER

Seguindo a deliberação do 33.º Congresso Nacional da CNTE, os delegados presentes no Conselho de Representantes aprovaram um plano de lutas a partir de 8 de março – Dia Internacional de Luta da Mulher, dia de luta contra a Reforma da Previdência. A Reforma de Temer prejudicará principalmente as mulheres: as trabalhadoras rurais, com aumento da idade para a aposentadoria; as professores, com o fim da aposentadoria especial; e a todas, ao equiparar idade e tempo de serviços (65 anos e 49 de contribuição, respectivamente), desrespeitando diferenças de gênero, classe, geração.

A orientação é para que na data se realizem assembleias gerais, atos públicos, audiências e debates nos municípios esclarecendo a comunidade sobre os impactos que as medidas terão na vida das/dos trabalhadoras e trabalhadores.

Até o dia 8 de março, após encaminhamento da pauta de reivindicações da rede municipal, as subsedes do Sintep/MT deverão realizar as assembleias locais para tratar sobre o cumprimento do Piso Salarial Nacional. A orientação é de que a categoria aprove o indicativo de greve para início no dia 15/03, para aqueles municípios em que a administração municipal não cumprir a Lei 11738/2008.

15 DE MARÇO – INÍCIO DA GREVE GERAL NACIONAL NA EDUCAÇÃO

A mobilização, em Cuiabá, será na Praça Alencastro, a partir das 15h30, quando ocorre o ATO PÚBLICO com representações das regionais do Sintep/MT, movimentos sociais e sociedade para dizer NENHUM DIREITO A MENOS! FORA TEMER! O objetivo é denunciar à sociedade a “antirreforma’ que impedirá os/as trabalhadores de se aposentarem, ou porque trabalharão até morte ou porque morrerão trabalhando.

Os Atos Municipais, além de protestarem contra a reforma de previdência, serão também pela luta ao cumprimento do Piso Salarial Nacional e carreira única para os profissionais da educação. Nas cidades onde residam Deputados e Senadores a orientação é para realizar manifestações contra a Reforma da Previdência em frente à casa dos parlamentares.   

18, 19 e 20 DE MARÇO

Dias 18 e 19 de março, o Sintep/MT realiza novo Conselho de Representantes para avaliação da Greve Geral nos municípios. E, dia 20 de março, se dará a Assembleia Geral da rede estadual, para deliberar as questões com foco nas pautas de reivindicações junto ao governo Taques, além de debatermos os pacotes de previdência e novo regime fiscal no estado. Nesta assembleia se deliberará pela adesão à greve nacional, em curso.


Novo whats 190Doe313ok

Notícia Exata

Endereço: Rua A-4, nº 412 - Setor A - Centro
Alta Floresta - Mato Grosso
Fone: (66) 9912-8992 ou (66) 8436-0806
Cep.: 78580-000
contato@noticiaexata.com.br

Redes Sociais

Cotação
Dólar 3,1342
Euro 3,3796
23/03 13:55

Notícia Exata © 2010 - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo